Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Grupo Patrimar prevê gerar negócios da ordem de R$ 1 bilhão

26 de fevereiro, 2019
Por: Jornal da Cidade BH
Foto: Magê Monteiro
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Em 2019. O mercado da construção civil começa a recuperar fôlego e o movimento de retomada dos investimentos no setor aponta sinais de crescimento. O Grupo Patrimar é um exemplo de empresa que passa por uma experiência positiva de retomada de vendas, com elevação do número de lançamentos que vai resultar em um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 1 bilhão em 2019.

Os lançamentos em 2018 somaram R$ 625 milhões, com alta de 106% na comparação com o ano anterior. Com isso, o Grupo cresceu 25% de 2017 para 2018 e a expectativa para 2019 é de registrar aumento de 20% nos negócios.

O Grupo —que possui banco de terrenos com capacidade de construção de cerca de 9 mil unidades e potencial de R$ 3,5 bilhões em VGV— atua com as marcas Novolar, focada no público de classe média e em produtos enquadrados no programa Minha Casa Minha Vida, e Patrimar, com empreendimentos de médio/alto e alto padrão. Em 2019, o Grupo reafirma sua atuação no segmento AAA e o retorno ao segmento de médio padrão.

“Por estratégia, decidimos focar muito num segmento em que não vínhamos atuando, mas, diante do cenário econômico que vivenciamos nos últimos anos e pelo share do mercado de Belo Horizonte, decidimos avançar bastante no mercado de altíssimo padrão”, comenta Alexandre Veiga, presidente da do Grupo Patrimar.

Nesse segmento, a Patrimar lançou, em 2018, dentro do empreendimento La Reserve, duas torres: Apogée e L’Essence, que são sucessos de vendas. No primeiro semestre, serão lançadas mais duas torres: uma com apartamentos de 400m² e outra com unidades de 300m², o que deve gerar VGV de aproximadamente R$ 314 milhões.

Outros lançamentos serão realizados em breve: um empreendimento na região da Savassi, com apartamentos de dois e três quartos (VGV de R$ 92 milhões), um no Santo Antônio (VGV de R$ 64 milhões), um no Vila da Serra (VGV de R$ 170 milhões), com apartamentos de 220 m², e um na Avenida de Ligação (VGV de R$ 167 milhões).

Já para retomar a atuação no segmento de médio padrão, ainda no primeiro semestre, será lançado um empreendimento, em Belo Horizonte, no bairro Jaraguá, que vai gerar VGV de R$ 105 milhões.

“Nossa expectativa a respeito do mercado imobiliário neste ano é muito positiva. O mercado já sinalizou, desde o final de 2018, uma retomada forte, em função do momento econômico que estamos vivendo, com uma expectativa favorável de retomada econômica, além de uma série de outros fatores: inflação baixa, juros baixos e uma demanda reprimida de quatro anos. Para somar a isso tudo, foi implementada a Lei do Distrato, que definiu a regra do jogo e nos trouxe mais confiança, aumentando as nossas possibilidades de negócios”, comenta Veiga. Ele destaca que, no Grupo Patrimar, houve uma queda de 50% no número de distratos em 2018, na comparação com o ano anterior, e a previsão é de uma redução ainda maior em 2019.

Avalie este conteúdo


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.