Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Pesquisas recentes dão alento ao mundo na busca pela cura da covid-19

22 de maio, 2020
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Saúde. Cientistas da China e dos Estados Unidos apresentam estudos de vacinas e medicações eficazes para criar anticorpos e controlar a pandemia

Medicações ou vacinas. Não importa como, mas o certo é que cientistas do mundo todo estão a todo vapor para encontrar algo que freie o estrago provocado pelo novo coronavírus, que deixou o mundo paralisado e levou a vida de milhares de pessoas.

Nos últimos dias pelo menos três propostas deram um alento à população mundial. Os estudos, ainda em testes, mostram que a cura da covid-19 pode estar próxima.

As mais recente vem da China. Pesquisadores da Universidade de Pequim dizem ter desenvolvido um tratamento capaz de interromper a pandemia. O medicamento permitiria não apenas acelerar a cura dos doentes, mas também imunizá-los temporariamente.

O diretor do Centro de Inovação Avançada em Genômica de Beida, Sunney Xie, explicou que o tratamento funciona em camundongos. Seu laboratório extraiu anticorpos de 60 pacientes curados da doença e os injetou em roedores.

“Após cinco dias, sua carga viral foi dividida por 2.500. Isso significa que esse medicamento em potencial tem um efeito terapêutico”, assegurou, em entrevista à Agência France Press.

Os cientistas dizem ser especialistas em sequenciamento de células únicas, não imunologistas, ou virologistas. “Quando constatamos que nossa abordagem nos permitiu encontrar um anticorpo que neutraliza (o vírus), ficamos muito felizes”, comentou o professor Xie.

Segundo ele, o tratamento pode estar disponível antes do final do ano, a tempo de uma nova ofensiva de inverno contra a covid-19.

EXPERIMENTAL

Já no início desta semana, a farmacêutica dos Estados Unidos, Moderna, anunciou resultados positivos para a primeira fase de testes de uma vacina desenvolvida contra a covid-19. De acordo com a empresa, se os próximos testes tiverem resultados satisfatórios a imunização pode estar disponível para a população em janeiro de 2021.

Na primeira fase de estudos da vacina experimental, testada em voluntários, mostrou resultados promissores, com a produção de anticorpos semelhantes aos encontrados em pacientes recuperados do novo coronavírus.

Leia também: Brasil inicia a distribuição de 500 mil testes rápidos

Para a segunda etapa de testes, a Moderna informou que está seguindo um cronograma acelerado. Serão 600 pessoas, marcada para começar em breve. Uma terceira fase, em julho, já contará com a participação de milhares de pessoas saudáveis.

Também nos Estados Unidos, a Sorrento Therapeutics, de San Diego, na Califórnia, anunciou o desenvolvimento de um anticorpo que fornece 100% de bloqueio da covid-19 e oferece uma cura total melhor que uma vacina.

O medicamente tem o nome interno de STI 1499 e, ao ser injetado no paciente, dá imunidade total. O CEO da Sorrento, Henry Ji informou que a empresa já solicitou a aprovação do remédio junto à FDA, a agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos. É o órgão equivalente à Anvisa.

“Queremos enfatizar que existe uma cura. Há uma solução que funciona 100%. Se tivermos o anticorpo neutralizante em seu corpo, você não precisará do distanciamento social. Você pode ter uma vida social sem medo”, explica o executivo.

FOTOS / Pixabay


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário

×
Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!