Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Fibromialgia e lúpus são foco de conscientização no “Fevereiro Roxo”

13 de fevereiro, 2019
Por: Jornal da Cidade BH
Texto: Helena Ivo
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Saúde. As doenças reumáticas fibromialgia e lúpus são o foco de atenção durante o “Fevereiro Roxo” para alertar a população sobre a importância do diagnóstico precoce para garantir maior qualidade de vida. Ambas as doenças se manifestam de forma silenciosa e ainda não possuem cura.

Lúpus

O lúpus atinge mais de 75 mil brasileiros, conforme dados da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR). O lúpus é uma doença inflamatória crônica autoimune e acomete vários órgãos, como os rins, a pele, as articulações, os pulmões e o coração.

“Às vezes, as múltiplas formas de manifestação clínica confundem e retardam o diagnóstico. As mulheres em idade fértil, entre 20 e 45 anos, são as mais acometidas, representando 90% dos casos. A estimativa é que uma em cada 1.700 brasileiras conviva com o problema”, afirma a presidente da Sociedade Mineira de Reumatologia, Viviane Souza.

Fibromialgia

A fibromialgia é comum entre os diagnósticos reumatológicos, mas se trata de uma doença silenciosa, não detectável em exames laboratoriais e, na maioria das vezes, não causa qualquer transformação externa. A origem da doença é desconhecida e os sintomas podem aparecer após eventos graves, como traumas físicos ou psicológicos e casos de infecção.

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), a doença afeta entre 2% a 3% da população, sendo mais comum entre mulheres com 30 a 55 anos, mas existem também casos envolvendo idosos, adolescentes e crianças.

Viviane alerta sobre a importância da campanha, uma vez que, quanto mais precoce o diagnóstico, mais fácil será lidar com o problema e evitar sequelas. “É fundamental promover e ampliar ações de conscientização, pois contribuem com um futuro melhor para quem sofre. Precisamos apoiar essa causa e unir forças contra as doenças sem cura e que comprometem a qualidade de vida de milhares de pessoas pelo mundo”, avalia.

Conscientização no mundo da fama

Tais doenças ficaram um pouco mais conhecidas quando celebridades como Lady Gaga e Selena Gomez passaram a falar abertamente sobre como são afetadas por esses males, chegando até mesmo a cancelar turnês pelo mundo.

Gaga precisou cancelar o show no Rock in Rio 2017, enquanto Gomez cancelou toda a sua turnê em 2016. Em 2017, Lady Gaga lançou o Five Foot Two, um documentário na Netflix que mostra o processo de gravação do seu álbum Joanne e aproveitou o espaço para mostrar como a fibromialgia afeta o seu dia a dia.

A cantora sofre de dores fortes e precisa de tratamentos específicos para amenizá-los. Além disso, ela menciona ainda como o tratamento é difícil para aqueles menos afortunados. Você pode assistir ao documentário aqui.

Avalie este conteúdo


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.