Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Volkswagen revela motorizações do novo T-Cross

11 de julho, 2018

No Brasil em 2019. A Volkswagen acaba de revelar as motorizações que vão equipar o T-Cross, quando chegar ao Brasil no segundo semestre de 2019. E não será muita surpresa, afinal, trata-se dos mesmos que já estão em outros modelos da marca: o 1.0 TSI Total Flex com potência de até 128 cv e o 1.4 TSI Total Flex de 150 cv (ambos quando abastecidos com etanol).

Com lançamento previsto paro o segundo semestre deste ano nos Estados Unidos e China, o veículo pensado para uso na cidade foi preparado para as pequenas e grandes aventuras da selva urbana. A Volkswagen não anunciou o preço ainda, mas a  expectativa é que saia de fábrica por cerca de R$ 90 mil.

Quatro pilares

Segundo a montadora, seu novo SUV é prático,  graças à Estratégia Modular MQB, que puxa o eixo dianteiro bastante para a frente, garantindo uma distância adicional entre os eixos, maior espaço interno e volume de carga. A capacidade do porta-malas é de 390 litros. O encosto dobrável do banco do passageiro dianteiro oferece flexibilidade.

Outra característica apontada para o T-Cross: descolado. Seu design conta com uma grade ampla e faróis de LED integrados. Na região inferior da parte dianteira há detalhes como os faróis de neblina inseridos. Nas laterais, uma linha característica acentuada divide os espaços. Atrás, ela forma uma seção dos ombros, e um novo elemento foi pensado: uma faixa de refletores estendida transversalmente na parte traseira e emoldurada por um painel preto. O sistema de som é composto por sete alto-falantes.

Intuitivo, o modelo possui, opcionalmente, um sistema de entretenimento com tela sensível ao toque de oito polegadas e um cockpit digital “Active Info Display” (painel de instrumentos) de última geração e com operação intuitiva. São quatro entradas USB (duas na frente, duas atrás). Há ainda o sistema opcional de travamento e partida “Keyless Access”.

A montadora garante que o T-Cross é seguro, também em função do MQB. E ainda pela resistência a impactos de sua estrutura, dos seis airbags e uma gama de sistemas de assistência. Além de sensores dianteiro e traseiro para estacionamento, o SUV também está equipado com o sistema “Park Assist 3.0”, que permite o estacionamento autônomo em vagas paralelas e transversais – e agora com a função de freio de manobra.

Entre os outros sistemas de assistência estão o de “Frenagem Automática Pós-Colisão” (aciona automaticamente os freios do veículo em caso de acidente) e o “Detector de fadiga” (detecta a perda de concentração do motorista e o sistema recomenda uma pausa para descanso). Além disso, o T-Cross poderá ser equipado com o “Seletor do perfil de condução”, para o motorista ajustar a experiência de direção entre os modos normal, ecológico, esportivo ou individual.

Fotos: Volkswagen/Divulgação