Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Duster fica mais robusto, porém com os mesmos preços

06 de março, 2020
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Acelerando. Renovação do utilitário esportivo da Renault atinge as partes externas e internas, mas motorização 1.6 SCe e câmbio CVT X-Tronic continuam os mesmos

Enquanto ainda comemora os resultados comerciais de 2019 que a levaram a uma participação de 9%, a Renault presenteia o mercado com seu primeiro lançamento do ano.

Chega às concessionárias da marca de todo o País, nos próximos dias, a geração atualizada do Duster, seu utilitário esportivo “de entrada”. Ele foi bastante remodelado esteticamente, embora a montadora tenha optado em manter a motorização 1.6 do antecessor.

Leia também: Os veículos que mais se destacaram em várias categorias em 2019

Nesta nova roupagem do Duster, que já faz parte da linha 2021, contudo, o motor 2.0 que era disponível também sai de cena, assim como a configuração 4×4. Ela tinha vendas baixas (menos de 4% do mix) e mereceu aposentar as chuteiras.

O Duster 2021, no entanto, se apresenta ao mercado como um SUV mais robusto e bruto que seu antecessor, além de ter novos itens de série e opcionais, com a vantagem de não ter tido os preços alterados.

Mudaram apenas os nomes da versões, que se chamam agora Zen, Intense, Iconic e Life. Esta última é voltada a clientes PcD (vendas diretas) e ainda nem tem preço sugerido.
As demais continuam com os valores já conhecidos de R$ 72.000,00 a R$ 87.500,00. Pacotes de banco de couro custam R$ 1.700 a mais e o kit outsider (que finge ser off-road), mais R$ 2.300,00.

Veja o que muda no Duster 2021:

Interior: painel de instrumentos, volante, bancos e revestimento de portas. Exterior: linhas mais musculosas, faróis com luzes diurnas de LED em formato de “C”, novo para-choque e para-brisa mais aerodinâmico e com menor área envidraçada; características off-road: maiores ângulos de entrada e saída, maior altura do solo; porta-malas tem 475 litros; tecnologia: nova central multimídia EasyLink com tela de oito polegadas, novo sistema Multiview com quatro câmeras, sensor de ponto cego e sensor crepuscular.

Apesar de o motor se manter o mesmo 1.6 SCe, ele vem agora com a tecnologia Start & Stop, que agrada quem busca economizar combustível. O sistema desliga o motor quando o carro está parado, mesmo em funcionamento.

Leia também: Mercado financeiro reduz estimativa de inflação este ano

O propulsor traz duplo comando de válvulas variável na admissão, injetores posicionados no cabeçote. O motor é flex e com etanol atinge a potência máxima de 120 cv e o torque de 16,2 kgfm.

Algumas configurações podem vir com câmbio CVT X-Tronic. Um dos diferenciais apontados pelo fabricante é um software de gerenciamento que dá a opção ao condutor de reproduzir seis marchas virtualmente.

A transmissão oferece, em todas as versões, a possibilidade de troca manual na alavanca de câmbio. Ao motorista cabe posicionar a manopla à esquerda para assumir o controle.
(*) Jornalista viajou a Foz do Iguaçu (PR) a convite da Renault





Fotos: La Imagem


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Lionel Rizer 4 de junho de 2020

    I simply want to mention I am just all new to blogs and seriously loved you’re page. Likely I’m going to bookmark your site . You definitely have great writings. Thank you for revealing your web page.

    http://www.firsttimeiwhtsb.com

Avatar
Deixe um comentário