Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Novas regras de remarcação e reembolso de passagens valem por um ano

28 de março, 2020
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Aviação. Autoridades de diferentes países têm adotado medidas que podem afetar a sua viagem, por isso, consulte as companhias áreas periodicamente

Quem comprou passagem aérea e tem viagem marcada para os próximos meses, poderá remarcá-la – sem multa –  ou ter o valor reembolsado. A nova regra consta da Medida Provisória publicada pelo Governo, em função dos impactos causados pelo isolamento social provocado pelo Covid-19.

Em caso de alteração, o passageiro tem até 12 meses da data da viagem para agendar um novo voo sem multa. O valor pago será convertido integralmente em créditos.

Para reembolso, a companhia tem até 12 meses para devolver valores pagos, de acordo com as regras de contratação, que podem incluir multas, caso você prefira cancelar.

A regra para voo cancelado é a seguinte: quando a companhia cancela o voo, o passageiro pode ter a opção de ser reacomodado em outro voo, ficar com créditos ou ser reembolsado integralmente em até 12 meses.

A cada dia, autoridades de saúde e migração de diferentes países estão adotando medidas que podem afetar a sua viagem. Por esse motivo – se a pessoa tiver uma viagem internacional agendada – recomenda-se que consulte periodicamente as informações oficiais e verifique os procedimentos e medidas com sua companhia aérea.

A companhia Emirates, dos Emirados Árabes Unidos, informou que adaptou suas operações após o dia 25 de março. Ela tem mantido voos de passageiros pelo tempo que for possível para ajudar os viajantes a voltar para casa em meio a um número crescente de proibições, restrições e bloqueios de países em todo o mundo.

Além disso, a Emirates afirma continuar a manter ligações vitais de carga aérea internacional para economias e comunidades, implantando sua frota de 777 cargueiros para o transporte de bens essenciais, incluindo suprimentos médicos em todo o mundo.

A Gol, por sua vez, mostrou sensibilidade ao disponibilizar, desde o último dia 23 de março, passagens aéreas gratuitas para médicos, enfermeiros, psicólogos e nutricionistas de todo o País que precisam se deslocar pelo Brasil para prestar atendimento aos doentes com Coronavírus. Apenas a taxa de embarque deverá ser paga pelo cliente.

A empresa ressalva que para esses passageiros a reserva prévia de assento não estará permitida. É ainda indispensável a apresentação da carteirinha de credenciamento profissional validada pelo conselho regional competente. Também é exigida uma carta que comprove o motivo da viagem.

De acordo com a Gol, o embarque estará sujeito à disponibilidade de assentos nos trechos, mas basta comparecer no aeroporto, com duas ou três horas de antecedência com a documentação exigida.

FOTO / Pixabay


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Eliza Kleck 6 de junho de 2020

    I just want to tell you that I am just beginner to blogs and certainly liked this web site. Most likely I’m planning to bookmark your website . You really come with impressive posts. Cheers for sharing with us your webpage.

    http://www.firsttimeiwhtsb.com

Avatar
Deixe um comentário