Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Confins aparece em pesquisa como o segundo melhor aeroporto do Brasil

01 de maio, 2018

Aviação. Uma pesquisa trimestral de “Satisfação de Passageiros”, realizada pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, mostrou que o Aeroporto Internacional de BH, em Confins,  ficou na segunda colocação entre os melhores do País. De acordo com o estudo, divulgado no final de abril, a nota geral do aeroporto mineiro atingiu 4,62 (em uma escala de 0 a 5) e superou novamente o melhor resultado de sua história, desde que pesquisa começou a ser divulgada, em 2013.

Confins subiu dez posições no ranking, passando de 12º para 2º lugar. A avaliação incluiu 20 aeroportos que são responsáveis por 87% do total de passageiros da aviação regular transportados no Brasil. “A BH Airport assumiu as operações do aeroporto, em 2014, com o propósito de elevá-lo à condição de um dos cinco melhores do País. Atingimos a segunda colocação em pouco mais de três anos e, o que é melhor, pelo reconhecimento dos próprios passageiros”, comemora o diretor-presidente da BH Airport, Adriano Pinho.

Desde o segundo trimestre de 2014, a nota dada pelos passageiros  ao Aeroporto Internacional de BH cresceu 39,5%, passando de 3,31, no 2º trimestre de 2014, para 4,62 no primeiro trimestre de 2018. A pesquisa realizada pelo Ministério dos Transportes ouviu 19.473 passageiros entre os meses de janeiro a março de 2018. A partir deste ano, o estudo incluiu cinco aeroportos aos 15 que já eram pesquisados desde 2013. A média geral da “Satisfação dos Passageiros” entre os aeroportos pesquisados atingiu 4,3 no primeiro trimestre deste ano.

O nível de excelência dos serviços prestados pode ser observado nas notas alcançadas. Do total de 38 indicadores avaliados, Confins obteve índice acima de quatro em 32. Entre as melhores notas obtidas estão as referentes à Disponibilidade e Qualidade das Informações nos painéis de voos (4,49); Qualidade da Internet e Wi Fi (4,16);  Limpeza (4,59) e Disponibilidade dos Sanitários (4,56); Qualidade das informações dos painéis de restituição de bagagens (4,83).

Foto: Divulgação JC/BH Airport