Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Curadoria define pratos do Tragaluz para Festival de Tiradentes

17 de julho, 2018
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Gastronomia. Peixe sobre molho de cachaça e purê de banana da terra; galinha da angola confit glaceada com polenta cremosa, cogumelos e couve crocante; e costela de boi desossada com nhoque de ora-pro-nóbis, legumes verdes e farofa do Norte de Minas.

Essas três delícias, preparadas pelo jovem chef Felipe Oliveira e sua equipe, vão integrar o cardápio especial do Restaurante Tragaluz, durante a edição deste ano do Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes (Projeto Fartura – Comidas do Brasil), de 24 de agosto a 2 de setembro.

Restaurante fica na Rua Direita

Os pratos foram escolhidos durante a curadoria de influenciadores digitais e jornalistas especializados em gastronomia e turismo realizado no belo restaurante localizado à Rua Direita, num dos points mais badalados da cidade histórica. Outros três serão escolhidos internamente pelo time da cozinha. “Com isso, teremos seis opções bastante variadas e que traduzem as tradicionais iguarias do nosso restaurante”, explica Pedro Navarro, que divide seu tempo de professor na Faculdade de Ciências Médicas em Belo Horizonte com a gestão do premiado Tragaluz, ao lado de sua mulher Patrícia. Embora haja o acompanhamento da fundadora Zenilca de Navarro, a Tia Zê, que ainda confere de perto o atendimento aos clientes e a produção das delícias servidas às mesas.

Para Pedro Navarro, o Tragaluz vive um momento especial em 2018, pois completa 18 anos. Mas as características que deram reputação à casa não se alteram. “A gente prestigia produtores e fornecedores da região, que nos trazem os melhores ingredientes. E essa qualidade é repassada aos nossos clientes”, observa.

Uma dos atributos do restaurante é a mistura da culinária mineira enriquecida de experiências internacionais, para oferecer uma comida artesanal e acolhedora.

Equipe que escolheu os pratos do festival

O ambiente é um capítulo à parte. Funciona num casa de quase 300 anos, tem iluminação de velas em castiçais de estanho, louça inglesa e móveis típicos de Tiradentes. Logo na entrada, há um pequeno museu com relíquias encontradas durante a restauração do imóvel, como talheres, louças, xícaras, entre outros artigos e peças. Até mesmo a parede de pau a pique original é exposta em algumas partes, a fim de mostrar a riqueza histórica do lugar.

Mas apesar de todo passado embutido no Tragaluz, os gestores não abrem mão da tecnologia. Um dos projetos anunciados por Pedro Navarro é a construção de uma ampla e moderna adega climatizada, que ficará no mezanino do restaurante.

Texto: Luís Otávio Pires, enviado especial a Tiradentes
Fotos: André Frade

SERVIÇO

Endereço: Rua Direita 52, Centro Histórico, Tiradentes (MG)
Reservas: (32) 3355-1424
Saina mais: http://www.tragaluztiradentes.com.br
Instagram: http://@tragaluztiradentes

Avalie este conteúdo


Sobre Luis Otávio Pires:

Luís Otávio Pires, editor, 51 anos. Jornalista com cerca de 30 de experiência na profissão, já trabalhou em diversos veículos de imprensa de Belo Horizonte, como os jornais Diário da Tarde, Estado de Minas e Hoje em Dia. Também foi assessor de imprensa da General Motos. Formado na PUC-MG em Jornalismo e também em Publicidade e Propaganda, tem pós-graduação em Marketing. Em sua carreira, já participou de coberturas de eventos nacionais e internacionais, como Salões do Automóvel de São Paulo, Frankfurt, Paris, Detroit e Turim, além de ter sido repórter especializado em Fórmula-1 (anos 90). Além de editor do Jornal da Cidade, hoje atua como colunista da rádio BandNews FM BH (coluna Acelera).

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário

×
Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!