Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Aurora Boreal: fenômeno atrai brasileiros

05 de junho, 2019
Por: Helena Ivo
Fotos: Marco Brotto
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Países Árticos. A natureza nos encanta constantemente de várias formas. Uma delas, que tem se tornado popular entre os brasileiros, é por meio da Aurora Boreal. O fenômeno pode ser visto nos países árticos como Noruega, Finlândia, Suécia e até nos Estados Unidos — mais especificamente no Alasca —, e atrai por suas luzes dançantes que colorem o céu de verde, rosa e roxo.

No Brasil não é possível ver a aurora boreal, já que o país fica abaixo dos polos magnéticos dos hemisférios do Norte. De acordo com Marco Brotto, um dos maiores especialistas brasileiros em caça às auroras, o evento ocorre devido ao choque do plasma solar com os elementos da atmosfera terrestre. “Depois que esse plasma é direcionado aos polos pelo campo magnético e sua polaridade, as luzes surgem como efeito”, afirma.

Imagem feita por Marco Brotto em uma de suas expedições

Marco Brotto já encontrou as fantásticas luzes verdes do Norte centenas de vezes e tem proporcionado experiências incríveis para aqueles que se aventuram e o acompanham.

As caças organizadas por Brotto são variadas e vão para todos os países do círculo polar ártico, deixando que os aventureiros possam escolher seu preferido. Segundo ele, são 51 expedições desde 2011, todas com sucesso. Toda faixa setentrional do mapa é abrangida: Alasca, Canadá, Groenlândia, Islândia, Ilhas Faroé, Rússia e países Península Escandinávia. Existe um roteiro predeterminado que pode ser alterado a qualquer instante, tendo a Aurora Boreal como prioridade.

Para Marco Brotto, poder testemunhar o fenômeno é uma benção e tão emocionante que mesmo quando as luzes não estão muito coloridas e brilhantes quanto o esperado, trata-se de uma conquista incrível. “Poder compartilhar isso e estar no comando de uma expedição para realizar o sonho das pessoas é gratificante”, conta.

As luzes se formam quando ventos solares entram em contato com o campo magnético da Terra

Sempre em busca de mais conhecimento, recentemente o caçador foi à Nova Zelândia para viver a experiência de ver a aurora austral (que acontece somente no hemisfério Sul). Ele foi para pesquisar “in loco” sobre o fenômeno e comparar com os arquivos e conhecimento que possui sobre a Aurora Boreal.

Qual é a melhor época do ano para ir à caça da aurora?

“Cada latitude e longitude tem suas características. A mudança do mês no calendário não determina o fenômeno. É muito mais complexo e exige muito mais estudo do que as pessoas imaginam. É natureza, é ciência. A época que é possível ver está entre setembro a abril, se considerarmos somente acima do círculo polar”, conta Brotto.

Serviço:
Caças à Aurora Boreal
Organização: Marco Brotto
Data: entre setembro e abril
Informações: http://auroraboreal.blog.br/

O programa*:
– 10 noites de acomodação com café da manhã
– Traslados aeroporto/hotel/aeroporto privativo ao grupo conforme horários recomendados
– Transporte privativo ao grupo durante todo o roteiro
– Acompanhamento de Marco Brotto, especialista em caçada de aurora boreal, a partir de Tromso
– 4 degustações em experiências gastronômicas, sendo 1 com harmonização de vinhos; 1 almoço; 2 jantares, sendo 1 com harmonização de vinhos
– Seguro viagem Coris April – Europa Max com cobertura de EUR60.000,00

*O programa está sujeito a alterações.

Aurora Boreal: fenômeno atrai brasileiros
4.8 (95%) 4 voto[s]


Sobre Helena Ivo:

Helena Ivo, redatora, 24 anos. Graduanda em Jornalismo pela PUC Minas, especialista em Marketing de Relacionamento, Eventos e Comunicação Empresarial pelo Instituto Superior de Comunicação Empresarial de Lisboa e em Produção de Conteúdo para a Web e Marketing de Conteúdo Avançado pela Universidade Rock Content. Já foi assessora de imprensa na Agenda Comunicação Integrada e social media em agências de Comunicação Empresarial. Apaixonada por cultura, já fez cobertura de eventos empresariais e shows nacionais e internacionais como Humberto Gessinger, Lana Del Rey e Kings of Leon. Atualmente é redatora no Jornal da Cidade BH e nas horas vagas é crítica de cinema e séries no Mundo Hype.

×
Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!