Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Valente no nome e na vida

25 de julho, 2020
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Perfil. Marcela Valente, belo-horizontina e ativista política, é sinônimo de garra e superação

Quando se fala em ser valente, logo vem à mente aquela pessoa corajosa, destemida, de garra e de fibra. E quando se tem o “Valente” como sobrenome? Certamente não passa como mero detalhe, muito pelo contrário. É o caso de Marcela Valente, ativista política, nascida e criada em Belo Horizonte e que hoje é, também, empresária ao lado de sua irmã, Alessandra.

Filha de Angela e Ricardo, nasceu em Belo Horizonte, no dia 12 de junho de 1983. Dedicada ao filho Pedro, adolescente, Marcela perdeu a mãe muito jovem, aos 16 anos. Ainda assim, a tem como referência, principalmente quanto à criação. Em suas palavras, procura dar ao filho aquilo que recebeu de ensinamentos, além de ser amiga e parceira, algo que tem como base para uma boa educação. “Filho a gente cria para o mundo, mas é dever de quem cria estar por perto para aquilo que ele precisar”, diz.

Contudo, o relacionamento que deu origem ao seu filho foi turbulento, com violência doméstica e convivência com drogas. “Sofri muito em um relacionamento possessivo, motivado pelo machismo, drogas e agressões”, lembra. “Mas hoje tudo está no seu lugar e nós somos o resultado de nossas decisões. Eu me reergui, larguei faculdade para cuidar do meu filho e lamento que o pai dele tenha optado por continuar nas drogas. Hoje, não sei o seu paradeiro”, relata.

Em meio à turbulência da vida pessoal, Marcela teve a ajuda da família para o amparo psicológico necessário. Muito próxima à Alessandra, sua irmã, de quem é amiga e confidente, entrou para o ramo de decorações, onde está até hoje. Contudo, em meio à sua reconstrução familiar, passou a enxergar a política como solução para diversas situações das pessoas. “Diferentemente de muitos brasileiros, acredito na política e que ela pode ajudar muitas famílias. Mas, para isso, é preciso ter pessoas de bem em cargos certos, para que haja uma convergência de ideias, atos e fatos”, conta.

Marcela, então, passou a participar mais da política, se inteirar mais do que estava acontecendo e se posicionar. Foi assim que se tornou, há quase 10 anos, uma das principais lideranças políticas do estado de Minas Gerais. Com a bandeira anticorrupção, Marcela foi uma das pessoas que mais se destacou nos movimentos contra Dilma Rousseff, Lula e Pimentel no Estado, sendo uma das principais mobilizadoras para lotarem praças e avenidas contra a corrupção: “Desde cedo gostei de política e construí meu valores em cima daquilo que tive e tenho em família, e com aquilo que tive como experiência de vida. Nunca aceitei a corrupção, como muitos políticos aceitam. Desde cedo aprendi que a gente tem que ser exemplo, para exigir respeito”.

“Contra o governo Dilma e Lula, fomos às ruas em um movimento que integrou o Brasil inteiro e que acabou culminando com o impeachment dela”, diz. “Também cobramos e comemoramos a prisão do ex-presidente Lula, por tudo que aconteceu. Em Minas, nos manifestamos contra o ex-governador Fernando Pimentel, que esperamos, pague por todo o seu desgoverno”, continua ela, que liderou manifestos em Belo Horizonte e Brasília, sendo responsável pela confecção dos “pixulecos” de Lula, Dilma e Pimentel, frisando sempre que tudo aconteceu “sem nenhuma baderna, quebradeira ou pichações, diferente de outros manifestos que ocorreram depois, por outros motivos.

Trabalho social

Marcela, juntamente com sua irmã, Alessandra, há vários anos faz projetos sociais. “Se hoje posso ajudar aqueles que mais precisam, faço com muito gosto. E faço por mim. Sinto que me torno uma pessoa melhor podendo levar alimento, carinho e amor a essas pessoas, que muitas vezes não têm um sonho, uma meta de vida e cujo destino tende a ser o da marginalidade ou até algo pior”, conta. Atualmente Marcela e Alessandra cuidam de vários projetos sociais, como o “Marmitada”, o “Abrace o Próximo” e o “Cozinha para Aquecer”.

“Temos sempre que buscar crescer como pessoa, como mulher, como ativista, como cidadã. Minha vida sempre foi pautada por superar os percalços e, muitas vezes, a pedra era bem grande. Mas não há nada que não consigamos escalar ou desviar, se temos garra, coragem e perseverança”, frisa. “Junto ao nosso próprio crescimento, minha meta de vida é ser um diferencial na trajetória das pessoas, não apenas fazendo assistencialismo, que é necessário, mas não é o único caminho. Ajuda as pessoas quem as fortalece, mas também quem as ajuda a saírem daquela situação desconfortável. Espero, um dia, ser alguém que vai conseguir fazê-las dar um passo além da realidade de hoje”, finaliza.


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

11 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Antonio ventura 26 de julho de 2020

    A melhor e unica opção para a prefeitura de BH! Ela representa a expectativa de todos os Bolsonaristas.

  • Avatar
    Camila 26 de julho de 2020

    Feliz em saber que ainda temos com quem contar,saber que existem pessoas de bem para nós representar, parabéns,que vc siga empenhada nessa nova jornada!

  • Avatar
    orestes 25 de julho de 2020

    Que lindeza! Ah se eu não fosse casado!

  • Avatar
    Solange Augusta da Marilândia 25 de julho de 2020

    Que o Ispitro santo te guarde e te oussa sempri. Mi identifico com vc

  • Avatar
    Inácia Maria da Anunciação 25 de julho de 2020

    Que Deus continue te iluminando! Muita paz, sucesso e vitórias na sua vida valente!!!!

  • Avatar
    Benício Taubaté 25 de julho de 2020

    Sou pai de três filhos. Se tivesse uma filha, queria com esse perfil. Admiro mulheres batalhadoras, que se sacrificam. Lógico que a questão pessoal é complicado de falar, mas relacionamento está sujeito a isso. Vivemos ainda numa sociedade machista e espero que isso diminua com o tempo. Gosto de ver mulher com brio, com história forte e com valente no nome.

  • Avatar
    Ana Maria Braga Souza Linhares de Azevedo e Silva 25 de julho de 2020

    Gosto de mulheres com esse perfil! Mulher lutadora desde cedo, mas que criou seu filho certamente muito bem, com valores, com educação. Para a gente conquistar, precisamos abrir mão de algumas coisas. Acredito que fez a coisa certa.

  • Avatar
    Chico Anão 25 de julho de 2020

    Bonita, ativista, ponderada, lutadora. Isso! Uma liderança feminina que Belo Horizonte precisa conhecer

  • Avatar
    Joao Vitor 25 de julho de 2020

    Parabéns pela história. Texto impecável!

  • Avatar
    Mauro Sabiá 25 de julho de 2020

    Que linda história! Parabéns

  • Avatar
    LUCIANA DA CONCEICAO DIAS 25 de julho de 2020

    Que medo

Avatar
Deixe um comentário