Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Pequenas empresas mineiras

12 de junho, 2020
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Gastronomia. Os desafios da elaboração e venda de produtos artesanais durante a crise

Com a economia abalada pela pandemia, cresce ainda mais a importância da valorização de pequenas empresas locais. São negócios em que o proprietário está diretamente envolvido na produção, focado no cuidado da elaboração de produtos artesanais, verdadeiras preciosidades.

O desafio da Chocolate Bar era empreender no ramo da alimentação, inserindo no mercado mineiro um produto inovador e de alta qualidade, para quem procura exclusividade. Após inúmeras pesquisas de mercado, sempre focado na experiência do consumidor e no mercado de alto luxo, a pequena empresa foi criada para atender um público único, carente de um produto com o que a pequena empresa chama de fator WOW!

A resposta veio através de uma barra gigante de ouro com 1,1 (um quilo e 100 gramas – isso mesmo) de chocolate 38% cacau, recheada com Nutella, Nutella com avelãs, caramelo salgado ou Ovomaltine por R$169. Para atingir seu mercado e buscar um diferencial em relação aos concorrentes, ainda que possua um produto único, a Chocolate Bar investiu pesado em apresentação e atendimento.

As barras são enviadas em caixas feitas à mão, que acaba sendo reutilizada por vários clientes posteriormente. Além disso, neste período de pandemia, as barras são entregues dentro de uma embalagem lacrada e completamente esterilizada, acompanhada de álcool em gel para evitar qualquer tipo de contaminação.

A Charcutaria Local após dois anos no mercado atuando principalmente no fornecimento para restaurantes como Birosca, Osso e O Tacho, agora as vendas foram ampliadas para pessoa física – sorte a nossa.

As peças são tratadas com técnicas tradicionais, defumação a lenha e controle de umidade e ph, artesanalmente. São vendidas entre R$11 e R$16 a porção de 100g já fatiadas. Gostei muito do Salami Revolucionários, uma edição limitada feita com tripa natural e a cada temporada com um ingrediente diferente como frutas cristalizadas, pistache, café, javali e cerveja IPA.

Outros dois que me impressionaram são mais conhecidos, pepperoni e coppa, e neles dá para perceber como são produtos de alta qualidade. Não conhecia o Lonzino – lombo suíno curado com sal, laranja e funcho, maturado. Bresaola já havia provado, feito com coxão duro bovino e mix de especiarias.

No pastrami são diversas especiarias durante a cura: pimenta, coentro, cravo, zimbro, canela e gengibre. Vale a pena descobrir sabores mais ousados. A empresa está em expansão para o Jardim Canadá, já que o espaço no bairro Santo Antônio ficou pequeno. E o plano abrange a criação própria de suínos caipira e cultivo das especiarias para maior controle dos produtos.

Com níveis progressivos de ardência, Chipotle, Jalapeño e Cão Cupando Manga, os molhos da La Pimentaria agradam paladares com diferentes tolerâncias à pimenta. A produção é artesanal, com pimentas fornecidas por pequenos produtores próximos à fazenda onde são criadas as receitas, em Ouro Preto.

A Jalapeño é uma pimenta mexicana, muito saborosa e pode ser apreciada em seu sabor original ou até defumada. O molho Chipotle é feito com pimenta jalapeño lentamente defumada em serragem de madeira e só de abrir o vidrinho seu aroma exala e toma conta do nariz.

Já a Cão Chupando Manga é elaborada com a Bhut Jolokia, de origem indiana, tida como a mais forte do mundo pelo Livro dos Recordes de 2007.





FOTOS / Arquivo Pessoal

 

 


Sobre Léa Araújo:

Léa Araújo, editora do blog Degustatividade, escreve sobre restaurantes e experiências gastronômicas há 7 anos. Amante da boa mesa busca sempre estudar e compreender além do prato de comida. Focada na alta gastronomia, na alimentação saudável e atenta a pequenos produtores procura sempre descobrir os detalhes de cada novidade no mercado gastronômico.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário