Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Dia Internacional do Livro Infantil com leitura de contos online

02 de abril, 2020
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Educação. Nesta quinta-feira, 2, o Dia Internacional do Livro Infantil será comemorado nas redes sociais da Biblioteca com programação especial, às 16h30. A leitura é sempre uma excelente alternativa quando se está em casa. E, dessa vez, em cumprimento às necessárias medidas de isolamento social para a contenção da pandemia do Coronavírus, a Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais oferece uma ótima opção os leitores mergulharem no universo da literatura.

Em parceria com o Festival Redemoinho de Histórias, a Biblioteca fará uma transmissão ao vivo (live) pelo Instagram com seis leituras de histórias para o público infantil. A atração será transmitida de forma simultânea também pelas redes sociais do Festival. De acordo com a diretora do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), Alessandra Gino, essa iniciativa é uma grande oportunidade de divulgar o trabalho dos artistas e promover novas ações de estímulo à leitura.

“A parceria com o Festival Redemoinho de Histórias é fundamental para a Biblioteca, principalmente no momento de isolamento social. Podemos oferecer ao público infantil um conteúdo lúdico, divertido e que desperta o interesse pelo universo da Literatura. A iniciativa é, também, uma forma de celebrar o Dia Internacional do Livro Infantil, reforçando a importância da data para a formação de novos leitores”, comenta Alessandra Gino.

As lives serão compostas por conteúdos diversos, passando por produções lúdicas e que despertam o interesse dos pequenos, até obras que abordam, de forma didática, porém divertida, aspectos identitários e culturais da formação do povo brasileiro.

Na programação, as leituras serão feitas por artistas mineiros. “Asa de Papel”, de Marcelo Xavier, será lida por Pierre André; “Coração do Mar”, de Carol Fernandes, lida por Magna Oliveira; “O dragão que era galinha d’ Angola”, de Mariana Massarani, lida por Lupri, “O Minhoco Apaixonado”, de Alessandra Pontes Roscoe, lida por Juliana Anselmo; “Xangô e os Camundongos”, do livro Erinlê, o caçador e outros cantos africanos, de Adilson Martins, lida por Chica Reis; e “Txopai e Itôha”, de Kanátyo Pataxó, lida por Amanda Jardim.

Festival Redemoinho de Histórias

Com agenda de espetáculos cancelada devido à pandemia de Coronavírus, seis contadores de história de Belo Horizonte resolveram unir forças e criaram o Festival Redemoinho de Histórias. O evento é gratuito e acontece por meio de lives no Instagram. Quem quiser apoiar o projeto pode participar de uma “vaquinha” on-line para valorizar o trabalho desses artistas. O link da vaquinha pode ser acessado aqui.


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Beth Vallotton 4 de junho de 2020

    I simply want to say I am just very new to weblog and truly enjoyed your web blog. More than likely I’m want to bookmark your site . You amazingly come with very good well written articles. Bless you for sharing your website.

    http://www.firsttimeiwhtsb.com

Avatar
Deixe um comentário