Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Coluna Amália Goulart – 16 a 22 de março

15 de março, 2018
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Confira a coluna de Amália Goulart desta semana.

Mercado cervejeiro mineiro em alta
Mercado de cervejas artesanais em Minas Gerais levou nada menos que 27 medalhas (de ouro, prata e bronze) no Concurso Nacional de Cervejas, realizado neste mês em Blumenau (SC). O concurso premia as melhores conforme cada categoria. Dentre as que ganharam ouro destacam-se a Medieval, da Backer, na categoria Belgian Style Blond Ale, a Verace Oroboro, na categoria Belgian Dark Strong Ale, e a Wäls Trippel, na categoria Belgian Style Trippel. Enfim, são diversas marcas mineiras reconhecidas no concurso, o que mostra o aquecimento do setor no Estado. “Ganhar quatro medalhas no principal concurso de cervejas especiais do Brasil é, para nós, uma grande conquista. Com apenas um ano e meio no mercado, a Verace se consolida entre as melhores cervejarias do Brasil”, afirmou o mestre-cervejeiro e sócio da cervejaria, Túlio Silva.  Não são apenas as artesanais que faturam alto. O mercado para as grandes também está em expansão. No Brasil, a Ambev fechou o quarto trimestre do ano passado com crescimento de 15,2% na receita líquida, quando comparada com mesmo período do ano anterior. Foi o melhor resultado trimestral da companhia, reflexo da retomada econômica do País. As vendas das cervejas do portfólio premium representaram mais de 10% do volume total do produto vendido pela Ambev no País e, pelo terceiro ano consecutivo, a marca Budweiser liderou o segmento, crescendo mais de 30% na comparação anual.

Foto: Rosana Cristina Pereira

Oi busca parceiros em Minas
Mesmo com um processo complicado de recuperação judicial, a Oi busca parceiros para expandir a franquia pelo interior do Estado. A companhia prospecta novos franqueados em sete cidades de Minas Gerais nos segmentos de Franquia Alto Valor, Agente Exclusivo e Franquia de Venda e Atendimento. São elas: Uberlândia, Monte Carmelo, Ituiutaba, Salinas, Varginha, Sabará e Poços de Calda. Para quem quer investir, tem que ficar atento aos rumos que a empresa seguirá.

Pró-Criar anuncia fusão à empresa do grupo Eugin
A clínica mineira Pró-Criar, maior em reprodução assistida de Minas Gerais, anunciou a fusão com a paulista Huntington Medicina Reprodutiva, também a maior representante do setor em São Paulo e membro do grupo espanhol Eugin.

Pelo acordo, o grupo adquiriu 60% da Pró-Criar. O diretor-clínico e fundador da empresa mineira, João Pedro Junqueira, não revela o valor da transação. “Por causa do acordo de confidencialidade não posso informar. Mas estamos falando de um negócio que gira em torno de 8 a 10 milhões de dólares. Veja que não é valor da negociação”, afirmou.

Para se ter ideia da fatia de mercado, conforme Junqueira, a união das duas clínicas representará 5 mil ciclos de fertilização in vitro ao ano. No Brasil, são feitos, anualmente, de 35 a 40 mil ciclos. O nome e o corpo-clínico permanecerão o mesmo. Existe hoje um forte movimento de fusões e aquisições no mercado. “Esse é um processo natural na saúde. Não dá para viver sozinho. Vamos tentar capturar as melhores sinergias do mercado”, afirmou. Com a união, o paciente também sai ganhando, já que todo o know how do grupo espanhol será integrado. Além disso, quanto maior a empresa, mais chances tem ela de negociar com os fornecedores melhores preços. O grupo Eugin está espalhado pelo mundo, com clínicas na Espanha, Itália, Argentina, México, dentre outros. A ideia é expandir a atuação na América.

Foto: Divulgação

Timóteo recebe Expo Inox
Foi lançada, em Timóteo, no Vale do Aço, a Expo Inox, uma feira de negócios do setor que ocorrerá entre os dias 14 e 16 de junho. O coquetel de lançamento aconteceu na Fundação Aperam. A Aperam é uma empresa do grupo ArcelorMittal. Na edição passada, a Expo Inox abrigou 75 expositores e recebeu mais de 20 mil visitantes.

Mercado livre de energia só para os grandes
Um estudo feito pela Associação Brasileira de Comercializadores de Energia revela uma economia de R$ 118 bilhões nas contas de luz para as empresas que estão no Ambiente de Comercialização Livre (ACL), considerando-se o período de 2003 até 2017. O problema hoje do setor é que apenas grandes indústrias podem optar pelo mercado livre de energia. Segundo a associação, a economia média é de 23% na conta de luz. A regulamentação prevê que somente empresas com consumo acima de 500 kW são elegíveis, um universo limitado a cerca de 15 mil negócios no Brasil. “Percebe-se, portanto, que existe uma oportunidade para levar essa economia para um grupo bem maior”, afirma Reginaldo Medeiros, presidente da Abraceel. Segundo ele, está no Ministério das Minas e Energia proposta para abranger o alcance da medida, o que poderia beneficiar 182 mil pequenas e médias indústrias no Brasil.

Novo comando na GE
Tiago Fernandes começou a carreira na GE, um conglomerado industrial americano com forte atuação no Brasil, em 2001 em um programa de desenvolvimento de líderes financeiros da companhia. Dezessete anos depois, Fernandes chegou ao topo. Foi anunciado CFO (Chief Finance Officer) da GE para a América Latina. Uma gestão equilibrada entre visão estratégica de futuro, capacidade de execução e foco no cliente para o crescimento na região são pontos chaves para o novo CFO. “Nosso modelo de gestão tem foco total no cliente, na busca pela melhor solução financeira, na excelência da execução, na transparência e na preocupação com a sustentabilidade dos negócios da GE”, considera.

Foto: Divulgação GE


Sobre Amália Goulart:

Amália Goulart, 37 anos, tem 15 anos de experiência em jornalismo. Especialista em Política e Economia trabalhou em vários veículos de comunicação como Rádio Itatiaia, Inconfidência, jornal O TEMPO, portal Terra e jornal Hoje em Dia. Nesse último, comandou as equipes de Política e Economia como editora. Também escreve coluna sobre o assunto.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário