Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Aristocracia britânica chega as telonas com o filme “Downton Abbey”

23 de outubro, 2019
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Cinema. Já se passaram quatro anos desde que o ultimo capitulo da serie “Downton Abbey” foi ao ar, deixando saudades em inúmeros fãs pelo mundo. No entanto, esse sentimento está com as horas contadas. É que chega as telonas, amanhã, 24, o filme que promete trazer à tona novamente os desdobramentos da vida aristocrática britânica.

Dirigido por Michael Engler (A Sete Palmos), a produção retoma a narrativa concebida para a TV, por Julian Fellowes, em um timing que deve agradar os amantes da série. O longa, que mais parece um episodio especial, traz os personagens já conhecidos, porém em uma época ainda não foi explorada.

Se a série tem inicio em 1912, época do naufrágio do Titanic, ilustrando, mais tarde, os impactos da Primeira Guerra na vida da pessoas de Downton Abbey, terminando com passagem de 1925 para 1926, O filme mostra o que vem depois, em 1927. Sendo assim, aborda os traços e a evolução natural dos personagens, que recebem influencia do cotiano politico, social e econômico da época.

A trama

Sem perder o contato com a narrativa da TV, a película segue relatando, com excelência, o luxo, glamour e as relações da família Crawley, além dos funcionários que trabalhavam para eles, tendo, dessa vez, como o pano de fundo da trama a chegada da família real à propriedade familiar de Downton para passar uma noite

É possível sentir o misto de nervosismo, ansiedade e apreensão de todos ali. Desde família, até mesmo aos serviçais. Os últimos, aliás, ficam em estado de alerta para conseguir servir bem, sem que nada de errado aconteça, e acabam sendo responsáveis pelos principais momentos cômicos do filme.

Leia também: CRÍTICA: A FAVORITA

Já os conflitos da história não demonstram grandes nuances, mas são o suficiente para dar ritmo a história que não abandona a leveza. Nesse quesito, Maud (Imelda Staunton) protagoniza uma das rusgas existentes na trama. Isso porque ela se mostra decidida a privilegiar sua dama de companhia, Lucy (Tuppence Middleton), como herdeira, determinação que gera indignação em Violet (Maggie Smith).

Outro ponto de embate está entre os funcionários da família Crawley e os serviçais do Rei George V (Simon Jones) e da Rainha Mary (Geraldine James), da Inglaterra, que disputam espaço, atenção e excelência na execução de tarefas. Além disso, o mordomo Sr. Carson (Jim Carter) retorna para a mansão, criando um certo clima não tão amistoso com Tom (Robert James-Collier), que assumiu o posto no final da série.





Técnica

Depois de brilhar na caracterização dos personagens na TV, Anna Mary Scott Robbins traz novamente as roupas luxuosas, que foram responsáveis por acentuar, ainda mais, cada etapa retratada na série.

Desse vez, para o cinema, o cuidado com as vestimentas e acessórios mantem o rigor de encher os olhos, com detalhes minuciosos que transportam o público direto para o ano de 1927. Além do glamour, é preciso destacar roupas como a das funcionárias Sra. Hughes (Phyllis Logan) e Sra. Patmore (Lesley Nicol), que servem para reforçar o distanciamento, ainda que cordial, entre ricos e pobres.

A fotografia do filme é outro elemento que deve agradar os fãs de Downton Abbey. Embora o responsável por esse quesito, Ben Smithard, não tenha trabalhado na produção televisiva, ele conseguiu resgatar exatamente o mesmo tom da série. Tudo isso, ganha mais veracidade com os belíssimos cenários assinados por Josie Fergusson. 

De modo geral, sem grandes pretensões, o filme é uma coleção de acertos, uma produção de fácil entendimento, que pode ser visto por pessoas que nunca assistiram a série, trazendo leveza, humor e dinâmica. Mais do que isso, o longa não compromete o desfecho assistido por milhões de pessoas na TV e, ainda, permite que mais gente conheça essa história. Por isso, ao longo de duas horas é notório que a obra também se trata de relacionamentos e a importância que Downton tem na vida de todos os que moram ali.

Nota: 9/10

“Downton Abbey – O Filme” estreia amanhã, 24, nos cinemas do Brasil. Assista ao trailer: 

 

Fotos: Jaap Buitendijk / Focus Features

Vídeo: Universal Pictures

Aristocracia britânica chega as telonas com o filme “Downton Abbey”
5 (100%) 18 voto[s]


Sobre Jader Theóphilo:

Jornalista, 24 anos, formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Atua como redator e repórter do Jornal da Cidade BH. É produtor de conteúdo e colunista semanal na Revista Zint, com foco em assuntos culturais, e colaborador do site Notícia Preta. Adquiriu experiencia com apuração e produção de jornais da Record TV Minas, atuou como apresentador, repórter e produtor, na PUC TV. Além disso, participou da produção de 3 programas semanais, na TV Horizonte, e foi analista de mídias sociais, na Horizon, marca mineira de roupas masculinas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário

×
Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!