Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Hospital da Baleia terá mais de 100 novos leitos para tratamento da COVID-19

05 de maio, 2020
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Saúde. O Hospital da Baleia terá em breve 104 novas vagas para atender pacientes do novo coronavírus. Nesta primeira quinzena de maio, a instituição reinaugura uma ala com 70 leitos de Terapia Intensiva, que serão destinados exclusivamente ao tratamento de COVID-19. Na segunda quinzena será concluída a instalação de 34 novos leitos de terapia semi-intensiva. Outra ação é a aquisição de equipamentos e insumos médicos.

Essa ampliação no número de leitos é financiada e executada pela Vale, dentro do esforço da companhia de apoiar os hospitais do Estado de Minas Gerais no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Ao todo, a empresa está aplicando R$ 6,6 milhões na compra de equipamentos, insumos médicos e melhorias na infraestrutura do Hospital da Baleia.

“A Vale tem sido uma grande parceira nessa luta contra o COVID-19. Tenho certeza que com esses novos leitos, estaremos melhor equipados e mais preparados para atender os mineiros e salvar vidas”, afirma Dr. Mozar de Castro Neto, vice-presidente da Fundação Benjamin Guimarães/Hospital da Baleia.

Outras ações de apoio da empresa no enfrentamento à COVID-19 em Minas Gerais

Em apoio aos profissionais que estão trabalhando no enfrentamento do novo coronavírus, a Vale finalizou, na semana passada, a entrega da segunda remessa de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para 10 hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em municípios mineiros onde a empresa está presente. Somados aos itens entregues na semana anterior, já são mais de 1,7 milhão de materiais – sendo 1,06 milhão de máscaras cirúrgicas descartáveis, 748 mil luvas e 800 óculos de proteção. A doação direta soma-se às ações de apoio ao Governo Federal.

Ao longo deste mês, mais equipamentos de proteção, entre máscaras N95 e aventais plásticos, além de kits de testes rápidos, serão doados diretamente pela Vale aos hospitais. As instituições de saúde beneficiadas em Minas Gerais são: Hospital Municipal Waldemar das Dores (em Barão de Cocais); Hospital Municipal João Fernandes do Carmo (Brumadinho); Hospital Bom Jesus (Congonhas); Hospital e Maternidade São José (Conselheiro Lafaiete); Hospital Nossa Senhora das Dores (Itabira); Hospital São Vicente de Paulo (Itabirito); Hospital Margarida (João Monlevade); Hospital Monsenhor Horta (Mariana); Hospital Nossa Senhora de Lourdes (Nova Lima); e Santa Casa de Ouro Preto (Ouro Preto).

A Vale também firmou parceria com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) de Minas Gerais para doação de 7,2 mil kits de higiene pessoal e mais de 32 mil litros de material de limpeza para 14 presídios de 13 municípios do Estado. Os materiais foram direcionados para as unidades prisionais das cidades de Barão de Cocais, Brumadinho, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Governador Valadares, Itabira, João Monlevade, Mariana, Nova Era, Nova Lima, Ouro Preto, Resplendor e Rio Piracicaba.

A empresa disponibilizou, ainda, três ambulâncias para a Prefeitura de Mariana, equipadas com Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e, duas delas, com respiradores. Os veículos serão utilizados para auxiliar atendimentos de casos suspeitos de COVID-19 e transferências de pacientes por um período de até 60 dias.

A Vale também disponibilizou para a Santa Casa de Ouro Preto cinco contêineres com ar condicionado e macas. Os equipamentos estão sendo utilizados como local de primeiro acolhimento aos casos suspeitos do novo coronavírus.





Repasses

Em apoio ao Governo de Minas Gerais, a Vale antecipou o repasse de R$ 500 milhões ao estado. O valor é referente ao acordo final para a reparação dos efeitos do rompimento da Barragem 1, em Brumadinho, e será aplicado no combate ao avanço da epidemia do novo coronavírus. A Vale ainda doou R$ 5,24 milhões para as obras de ampliação do hospital Eduardo de Menezes, que passou a atender pacientes com suspeita de COVID-19.

Kits de testes e equipamentos de proteção doados ao Governo Federal

Em março, a Vale adquiriu 5 milhões de testes rápidos e 15,8 milhões de EPIs para o Governo Federal, que definiu a logística de distribuição entre os estados do Brasil. Até agora, já chegaram 14,9 milhões dos 15,8 milhões de equipamentos de proteção individual (EPIs) que a Vale irá repassar ao Ministério da Saúde, além dos 5 milhões de kits de teste rápido já anunciados pela empresa.

Fornecedores

Para ajudar os fornecedores da Vale a enfrentar os impactos da pandemia, sempre primando pela saúde e segurança das pessoas, a Vale já antecipou R$ 521 milhões em pagamentos a pequenas e médias empresas no Brasil desde o início da crise provocada pela epidemia de Covid-19.

A estimativa da Vale é injetar mais R$ 411 milhões na economia brasileira em antecipações de pagamentos até o final de abril, totalizando R$ 932 milhões para ajudar aproximadamente 3 mil fornecedores de todo o país a enfrentarem este momento.


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário