Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Pandemia aquece o mercado de motocicletas no Brasil

07 de junho, 2020
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Comércio. Mesmo acanhado, resultado deve-se ao crescimento dos serviços de entrega e a substituição do uso transporte coletivo

O aumento de demanda por parte dos profissionais e empresas de delivery (entrega) e pelo fato de algumas pessoas terem deixado de usar o transporte coletivo para aderir ao de duas rodas, a fim de contribuir para o isolamento social. Esses foram os motivos do aumento das vendas de motocicletas em maio, em relação a abril deste ano.

O crescimento foi de 3,4%, passando de 28.555 unidades, para 29.220 motos emplacadas, segundo dados da Fenabrave, entidade que representa as concessionárias autorizadas. O acumulado de 2020 está na 19ª. posição do ranking dos acumulados históricos e na 24ª. posição, se considerado apenas o mês de maio.

A procura por motocicletas também aumentou nos sites especializados no comércio digital. A OLX Brasil, por exemplo, registrou incremento de 10% nas buscas por esses veículos em abril deste ano em comparação com o mesmo mês em 2019. E, apesar do impacto da covid-19 no volume de vendas de motos, dados da plataforma apontam para uma retomada com alta de 4% nas vendas na primeira semana de maio em comparação ao mesmo período do ano passado.

Leia também: Flashes: um giro pela sociedade mineira

“Em meio a um dos períodos mais desafiadores do setor automotivo, notamos que as motos ganharam destaque na categoria de Autos. A participação da venda de motos chegou a 40% em abril, quando a média de meses anteriores ficava entre 30% e 33%”, explicou o vice-presidente executivo da plataforma, Marcos Leite.

Para ele, com o isolamento social, a demanda por delivery de refeições e outros itens ganhou força e, provavelmente, atraiu outras pessoas interessadas em trabalhar como entregadores, o que pode garantir uma renda.

O modelo responsável por esse crescimento é a CG, da Honda, que é a mais buscada e vendida desde 2018. A procura pela moto, que é uma das três mais recomendadas por empresas de entrega, subiu cerca de 20% desde a semana de 13 de abril até meados de maio, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Em 2020 foram vendidas, em média, duas mil motos do modelo CG150 por semana na plataforma. O volume de buscas da CG em relação às outras motos varia entre 20% e 24%, já a participação de vendas é de cerca de 28%.

FOTO / Pixabay


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário