Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Saiba cinco maneiras de proteger a saúde auditiva

03 de julho, 2019
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Bem estar. Quando o assunto é audição, todo cuidado é pouco. Para se ter uma ideia, uma vez danificada sua saúde auditiva, ela pode se tornar um problema para o resto da vida. Segundo pesquisas da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 28 milhões do total de 190 milhões de pessoas possuem problemas ligados à audição no Brasil. Isto significa 14% da população brasileira. Pensando nisso, trazemos cinco dicas de como proteger a saúde auditiva. Veja:

  • Fazer exames regulares

Segundo a fonoaudióloga Viviane Chein, é muito importante solicitar ao médico de rotina a incorporação da avaliação auditiva aos exames regulares. “Como a perda auditiva se desenvolve gradualmente, é recomendável que o paciente tenha consultas anuais para verificar a audição com um profissional da área. Dessa forma, aumentam-se as chances de reconhecer os primeiros sinais e tratar possíveis problemas”, alerta.

Leia também: 7 dicas para emagrecer com saúde e manter os resultados

  • Tomar medicamentos apenas quando indicado

Para Viviane, certos medicamentos, como, por exemplo, anti-inflamatórios, podem contribuir para a perda auditiva em alguns casos. “Justamente por esse motivo, qualquer tipo de medicamento deve ser utilizado somente com orientação médica”, afirma.

  • Não usar cotonetes nos ouvidos

De acordo com a Telex, especializada em saúde auditiva, é comum que as pessoas usem cotonetes para limpar a cera do canal auditivo, mas isso definitivamente não é aconselhável. “Um pouco de cera nos ouvidos não é apenas normal, mas também é importante. As orelhas são órgãos autolimpantes e essa cera impede que a poeira e outras partículas prejudiciais entrem no canal auditivo. Além disso, inserir qualquer coisa dentro do ouvido pode danificar o tímpano”, adverte Viviane.

  • Diminuir o volume dos fones de ouvido

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 1,1 bilhão de adolescentes e jovens em todo o mundo correm o risco de perda auditiva induzida por ruído devido ao uso inseguro de dispositivos de áudio.

Leia também: Anticoncepcionais trazem outros benefícios além de contracepção

Segundo Viviane Chein, “os fones de ouvido podem ser perigosos, pois se encaixam próximos ao tímpano. Além disso, cada dispositivo tem tamanho e formato padrão, enquanto que cada pessoa possui um conduto e ouvido com medidas diferentes e, por isso, os fones podem machucar e até ferir se colocados de maneira incorreta ou se encaixados com muita força.

Se possível, a pessoa deve optar por fones de ouvido supra-aurais (externos). E qualquer música alta, não apenas reproduzida através de fones, apresenta um risco”, avalia.

  • Usar protetores auriculares

A fonoaudióloga alerta, ainda, que é extremamente importante se proteger em ambientes ruidosos. “Use protetores auriculares (tampões ou protetores de ouvido) se você estiver usando equipamentos ruidosos, como furadeiras elétricas, serras, lixadeiras ou cortadores de grama.”, finaliza.

Avalie este conteúdo


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

Senha o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário

×
Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!