Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

A vez dos gordinhos

13 de abril, 2018

Balança. Rafael Rodrigues inova com o CrossFat, modalidade de exercícios específicos para quem quer emagrecer com saúde

Perder aqueles quilinhos a mais é um sofrimento para grande parte das pessoas que estão acima do peso. A maioria não tem disposição para disputar espaço com os “saradões” nas academias lotadas ou não tem disciplina para praticar atividades físicas por conta própria. Foi pensando nisso que o educador físico Rafael Rodrigues criou o CrossFat: uma modalidade esportiva que oferece exercícios funcionais, aeróbicos e de força que possibilitam uma grande perda de peso em um período de tempo mais curto.

Antes de criar o CrossFat, Rafael sentiu na pele a dificuldade de ser um gordinho. “Sou ex-obeso mórbido, cheguei a pesar 144kg e eliminei 60kg. No processo de emagrecimento, senti muitas dificuldades de aceitação dentro de academias convencionais, me sentia constrangido e não tinha a mesma atenção que outras pessoas”, revela.

Depois de ser formar em Educação Física e concluir uma pós-graduação em Obesidade e Emagrecimento, Rafael percebeu a oportunidade de atender a um nicho específico de mercado. Foi quando iniciou um curso de Nutrição e Coaching em Comportamento. Seu objetivo era ajudar outras pessoas a emagrecer.

Mas por que não investir na moda do Crossfit? “Com o passar do tempo, comecei a verificar que o ambiente do Crossfit, competitivo, com atividades cada vez mais voltadas para as pessoas mais condicionadas, acabava afastando o público que me interessava: os obesos e obesos mórbidos”, revela.

Então, em 2016 Rafael abriu o CrossFat, o primeiro box exclusivo de emagrecimento do Brasil, onde todas atividades são orientadas ao público que busca o emagrecimento. Hoje, seu sucesso já está consolidado e o educador físico já passou a ser conhecido como “o personal dos gordinhos”.

Para se matricular no CrossFat, é preciso realizar uma série de exames metabólicos, além de eletrocardiograma e apresentar laudo ortopédico ou fisioterápico liberando o interessado para a prática das atividades, afinal, a saúde vem em primeiro lugar. O segundo passo é montar, junto com um nutricionista, um plano alimentar adequado a cada um. De acordo com Rafael, “o trabalho multiprofissional é extremamente importante. É um trabalho de reprogramação da mente, reeducando hábitos alimentares e físicos.”

Apesar de as atividades serem adaptadas para pessoas com peso elevado, todos os clientes começam os treinos de CrossFat com os exercícios de base, que visam fortalecer os principais grupos musculares para possibilitar atividades mais intensas.
Semanalmente, todos os alunos passam por uma pesagem e precisam apresentar força de vontade e resultados. “Cada um tem uma meta mínima a ser batida: homens 600 gramas e mulheres 500 gramas. O aluno precisa ter frequência de mínima de 5 vezes por semana, sendo que o treino tem 90 minutos de duração”, conta Rafael. E mais: se duas metas não forem batidas durante o mês, o contrato é encerrado. E aí, anima?