Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

PBH seleciona instrutores para Núcleo de Produção Digital

11 de julho, 2019
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

BH nas Telas. Profissionais contratados irão ministrar cursos da área audiovisual durante o segundo semestre de 2019.

A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, publicou, no último dia 2, no Diário Oficial do Município (DOM), edital para a contratação de instrutores do Núcleo de Produção Digital Belo Horizonte. O núcleo faz parte do BH nas Telas – Programa de Desenvolvimento do Audiovisual e será responsável por promover cursos na área de audiovisual durante o segundo semestre de 2019 em diversos espaços culturais da cidade.

“O lançamento do edital para contratação de instrutores para o Núcleo de Produção Digital é um passo importante para a consolidação do núcleo como espaço de formação para a linguagem audiovisual. A parceria com a Escola Livre de Artes é muito importante para a multiplicação das ações de formação a serem desenvolvidas no núcleo”, afirma a diretora de Museus da Fundação Municipal de Cultura, Letícia Dias.

As inscrições para as vagas de instrutores são gratuitas e podem ser feitas até o dia 17 de agosto no Setor de Licitações da Fundação Municipal de Cultura (Rua da Bahia, 888, 12º, sala 1205), de segunda a sexta feira, das 9 às 12h e das 14h às 17h. O edital completo está disponível no portal da Prefeitura.

Leia também: Mostra de Cinema Russo em cartaz em BH

Ao todo, serão selecionados 13 instrutores para ministrar os cursos nas seguintes áreas: Análise de Filmes e Crítica Cinematográfica; Roteiro; Pré-Produção e Produção; Fotografia e Iluminação; Direção de Arte e Cenografia; Direção; Montagem e Software de Edição; Captação de Áudio, Edição de Som e Design de Som; Pós-Produção e Finalização; Divulgação, Distribuição e Exibição; Atuação e Direção de Atores; Técnicas de Animação; Preservação e trabalho com acervo.

A remuneração para todos os instrutores será de R$ 150,00 a hora/aula, sendo que a remuneração total seguirá a carga horária de cada curso.

Podem se inscrever candidatos maiores de 18 anos, pessoa física ou jurídica e empresário individual (inclusive MEI) e que comprovem experiência na área escolhida. Cada candidato poderá escolher apenas um curso para envio de proposta. Para a inscrição, o candidato deverá apresentar a documentação especificada no edital e também uma proposta de curso que contemple a área escolhida. A seleção será feita em duas etapas: habilitação e avaliação.

Após a conferência de toda a documentação obrigatória, durante a etapa de habilitação, a proposta de curso de cada candidato passará por análise técnica e didática. As propostas serão então classificadas em ordem decrescente de pontuação.

Cursos

Os cursos do Núcleo de Produção Digital de Belo Horizonte serão ofertados de setembro a dezembro de 2019 na sede do Museu da Imagem e do Som de Belo Horizonte, MIS Cine Santa Tereza, na Escola Livre de Artes – Arena da Cultura e no Centro de Referência da Juventude (CRJ). Os cursos estarão alinhados ao projeto pedagógico da Escola Livre de Artes (ELA) da Fundação Municipal de Cultura. Em 2019, por meio do Núcleo, a ELA inicia seu trabalho de formação na área audiovisual. As inscrições para os cursos serão divulgadas ao longo do segundo semestre.

Leia também: Friends deve sair da Netflix em 2020

Sobre o Núcleo

A implantação do Núcleo de Produção Digital Belo Horizonte está prevista em convênio celebrado entre a Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte e a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (atual Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania). O projeto “Núcleos de Produção Digital” busca instalar núcleos onde sejam formados técnicos e disponibilizados equipamentos de produção audiovisual em todas as Unidades da Federação, abrangendo os 26 estados e o Distrito Federal.

O Núcleo de Produção Digital é uma ação que visa à democratização do acesso aos meios de produção audiovisual. Funcionando como uma produtora pública, os núcleos possuem um Comitê Gestor que gerencia a política de acesso a equipamentos e as oficinas de formação.

“A instalação do Núcleo de Produção Digital Belo Horizonte responderá a demandas da política municipal para o audiovisual e a cultura, a exemplo das previsões de realizações de atividades de formação e capacitação na área e da profissionalização do setor. Também significará importante incentivo para a qualificação da mão de obra na cidade e no Estado, impactando na ampliação do número de profissionais aptos.

A disponibilização de equipamentos para a realização audiovisual será fundamental para o crescimento das produções locais, que vê nos altos custos um dos principais impedimentos à produção independente do segmento audiovisual”, afirma o secretário municipal de Cultura, Juca Ferreira.

Audiovisual

A implantação do Núcleo de Produção Digital de Belo Horizonte é uma das ações do “BH nas Telas – Programa de Desenvolvimento do Audiovisual”. Lançado em 2018, o programa prevê uma série de ações de fomento, formação, preservação, difusão e estímulo ao setor. No total, serão investidos aproximadamente R$ 9 milhões nas ações.

Leia também: ALMG faz homenagem aos 120 anos da Santa Casa BH

Hoje, o audiovisual é um dos setores que mais cresce no país, gerando trabalho, renda e promovendo a cidade para o mundo. Dentro do escopo do Programa, destacam-se três ações principais: o lançamento dos editais de investimentos e fomento do BH nas Telas, a implantação do Núcleo de Produção Digital e a criação da Belo Horizonte Film Commission.

Segundo o secretário municipal Adjunto de Cultura, Gabriel Portela, o BH nas Telas é um programa inédito da Prefeitura para o fortalecimento do audiovisual. “Entre as prioridades dessa política está o investimento na formação e capacitação. Com o Núcleo de Produção Digital, potencializamos o audiovisual enquanto ferramenta de mudança social, por meio de sensibilização com a linguagem, inserção no mercado da economia criativa e formação crítica”, salienta.

Avalie este conteúdo


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário

×
Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!