Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Minas Gerais inaugura o primeiro aeroporto industrial do País

21 de maio, 2020
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Logística. Projeto visa aumentar a competitividade das empresas brasileiras no contexto internacional e atrair investimentos externos

A BH Airport, que administra o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, inaugurou nesta quinta-feira, 21, o primeiro aeroporto industrial do País, vizinho do terminal de passageiros. O projeto visa aumentar a competitividade das empresas brasileiras no contexto internacional e, com isso, atrair investimentos externos.

O diretor-presidente da BH Airport, Marcos Brandão, enfatiza que a inauguração é um marco para Minas Gerais e para o Brasil. “Estamos falando de um projeto pioneiro que está sendo entregue ao Estado. Será fundamental na construção da retomada da nossa economia após a pandemia do novo coronavírus”, ressalta.

O governo do Estado também se empenhou para que o Aeroporto Industrial se transformasse em realidade. Para o governador Romeu Zema é de extrema relevância para Minas abrigar o primeiro aeroporto industrial do Brasil. “Para o Estado é sinônimo de mais competitividade para as empresas mineiras. Vale lembrar que hoje esse tipo de empreendimento é fundamental, já que o mundo vive um momento em que os investimentos foram reduzidos e o emprego se tornou mais raro”, avalia.

Localizado em uma área de 750 mil m2, o aeroporto industrial possui áreas comuns, como vestiário, business center, refeitório, entre outros. A expectativa é que pelo menos 250 empresas se instalem na área ao longo dos próximos anos. A primeira delas é a Clamper, fabricante de itens eletrônicos que, até então, tinha sua unidade fabril em Lagoa Santa.

Leia também: Aeroporto Internacional de Confins está entre os mais pontuais do mundo

Para Brandão, o aeroporto refletirá, principalmente, na consolidação de um ecossistema de desenvolvimento e atração de empresas para toda a região do Vetor Norte e Metropolitana de Belo Horizonte.

“Temos potencial para receber investimentos privados da ordem de R$ 3,5 bilhões nos próximos anos, considerando a soma dos investimentos de cada uma das empresas que aqui se instalarem. Estamos em uma região estratégica, com localização geográfica privilegiada, que favorece a consolidação de um hub de negócios na região”, avalia.





Isenções Fiscais

O aeroporto industrial é destinado, principalmente, à instalação de empresas que tenham como foco principal a exportação de produtos manufaturados, utilizando matérias-primas importadas em seu processo produtivo.

Essa empresas terão os benefícios das isenções fiscais quando exportarem seus produtos acabados. Podem ainda importar matérias-primas e exportar sua produção utilizando o modal aéreo para acessar mercados internacionais e nacionais de forma rápida, com menores custos e riscos.

Segundo o gestor Executivo de Soluções Logísticas Rafael Laranjeira, a inauguração é mais um passo para que o aeroporto se fortaleça como um centro de soluções logísticas, reconhecido tecnicamente em âmbito nacional e internacional. “Nesse sentido, a operação do aeroporto industrial, a construção de parcerias estratégicas e de soluções customizadas e inovadoras vão fazer toda a diferença”, afirma.

Para que o aeroporto industrial se transformasse em realidade foi preciso cumprir uma série de exigências. Entre elas, a obtenção de certificado da Receita Federal, que credencia a operação. Com a homologação do sistema de gestão do processo alfandegário, se tornou possível garantir a conexão das empresas que forem atuar no aeroporto com o órgão, o que traz ganhos em logística e mais segurança.





FOTO / Divulgação JC / BH Airport


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

3 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Romulo Reis 22 de maio de 2020

    O que adianta um aeroporto deste se a maioria dos voos internacionais vão para Guarulhos?🤦‍♂️

    • Avatar
      DAvson dos Anjos 26 de maio de 2020

      Talvez seja justamente por que isso era oque estava faltando…

  • Avatar
    Pronto Falei 22 de maio de 2020

    Bom, ao que tudo indica,iremos exportar apenas manafutaremento, ou mão de obra, pois os insumos serão importados e os produtos exportados.Até aí tudo bem, pena que a cadeia produtiva não gera empregos em cascata, sendo apenas um pólo,beneficiando poucos.Melhor que nada em época de retração.

Avatar
Deixe um comentário

×
Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!