Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Lucas Gonzalez conta quais são seus objetivos durante o mandato

05 de novembro, 2018
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Político. Deputado Federal eleito com 64 mil votos pelo Partido Novo pelo partido novo conta detalhes sobre sua trajetória e revela os principais desafios a serem enfrentados no Congresso Nacional.

Atualmente, ele concilia sua vida política às demais tarefas cotidianas: é pai, marido e principalmente um incentivador dos jovens deste século a buscarem crescimento e realização profissional. Confira mais sobre a carreira de Lucas nesta entrevista do Jornal da Cidade:

 Por que a escolha pela política?

Lucas Gonzalez: Sempre fui leitor assíduo. Atualizado e indignado com o sistema político do nosso Brasil, em 2016 participei de um curso sobre política na Fundação FHC, o que me impulsionou a seguir com a vontade de contribuir com a mudança do Brasil de uma forma especial e integral. Conversando com amigos, há 2 anos decidi oficialmente que me candidataria ao cargo de Deputado Federal pelo Partido Novo 30, partido no qual sempre acreditei e me identifiquei com os ideais, totalmente diferentes da velha política. Para mim, política é algo que deve gerar transformação.

Inserido ao poder público, pretende conciliar suas atividades da área de atuação com a política?

Sim. Continuarei com as palestras sobre liderança e gestão, empreendedorismo, gestão pública e moderna, além do curso de oratória.

 Como pretende combater a corrupção?

Através da fiscalização direta e por meio de um portal da transparência.

De início, já imagina qual será o seu maior desafio diante dos demais colegas no Congresso Nacional?

Será algo totalmente diferente do que já vivi. Acredito que tudo será um desafio, pois pensar, trabalhar e agir diferente, de início, causa sempre um estranhamento. Algumas propostas com certeza trarão polêmica ao Congresso, como reforma na previdência, recuperação do crescimento econômico do Brasil, entre outras.

Uma das características dos políticos do novo é a questão da jovialidade. Como um jovem deputado (a), você acredita que a juventude brasileira tem se importado mais com a política do país? Porque?

Sim. Não posso dizer a maioria, mas uma grande parcela de jovens tem se envolvido e buscado a renovação que o nosso Brasil tanto necessita e que agora, começando por Minas Gerais, com a eleição do Romeu Zema, temos a tão sonhada chance de mudança. E os jovens, sem sombra de dúvidas, faz parte da grande parcela de novos eleitores.

O que pretende fazer de imediato a partir da posse?

Trabalhar com o corte de privilégios e instaurar a gestão pública inteligente, ambas dentro do meu gabinete.

De todas as propostas apresentadas durante a campanha, podemos dizer que a reforma na educação é a sua principal? Porque?

É uma das principais. Acredito que a educação é a base de uma sociedade melhor. Um adolescente com boa base de ensino, tem grande chance de ser um adulto de sucesso.

Você acredita que a educação é de fato a base da economia de um país?

A educação é a base de muita coisa. É na escola que temos acesso à sociedade como um todo. Adolescente bem estudado, gera um adulto inteligente e bem-sucedido.

Foto: Divulgação/Novo