Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Indústria propõe a Zema revisão da política ambiental

14 de dezembro, 2018
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!
Empresas e negócios. Um dos grandes entraves para a instalação ou ampliação de investimentos de empresas em Minas, o licenciamento ambiental foi tema principal do encaminhamento de propostas da Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) ao governador eleito Romeu Zema.
O presidente da entidade industrial, Flávio Roscoe Nogueira, apresentou documento em que, dentre outras sugestões, pede a revisão de vários pontos da política ambiental. No documento, é sugerido que o novo governo, por exemplo, faça a desoneração tributária na cadeia da Logística Reversa e Reciclagem de Resíduos e o Licenciamento autodeclaratório na renovação e previsão de concessão de licenças ambientais por decurso de prazo.
Também é pedido para que os recursos provenientes de multas e emolumentos ambientais sejam efetivamente revertidos ao orçamento do Sistema Estadual de Meio Ambiente – Sisema.
Em Minas, existem milhares de licenças ambientais “na gaveta” esperando por análises. Para cada uma delas, conforme Roscoe, poderiam ser gerados, no mínimo 40 empregos. Isso tudo em meio ao caos fiscal por que passa o Estado.

Tributos

A FIEMG também sugeriu ao novo governo que faça alterações no sistema de cobrança de tributos. Uma delas é a correção monetária dos créditos acumulados de ICMS. A Fiemg também deseja a redução das chamadas obrigações acessórias, que não são tributos, mas podem referir-se ao pagamento deles.
 As propostas da indústria foram entregues em evento que contou ainda com um diagnóstico fiscal do Estado, realizado pela Associação Contas Abertas.

Vale compra empresa para beneficiar minério

A Vale assinou um acordo com a Hankoe FIP para adquirir a New Steel, uma empresa que desenvolve tecnologias inovadoras de beneficiamento de minério de ferro, e possui atualmente patentes de processos de concentração a seco (Fines Dry Magnetic Separation – FDMS) em 56 países. O minério beneficiado tem maior valor no mercado, por se tornar mais rico em ferro.
O valor da aquisição é de US$ 500 milhões e a expectativa é de que a transação seja concluída em 2019, sujeita à satisfação de certas condições precedentes, incluindo a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).
Avalie este conteúdo


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

×
Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!