Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

BH pode ter pior chuva do ano

23 de janeiro, 2020
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Clima. Neste janeiro, Belo Horizonte e região Metropolitana de Minas Gerais tem vivido momentos de chuvas intensas, o que tem deixado uma parcela da população, no minimo, apreensiva. No último domingo, 19, por exemplo, estavam previstas pancadas de chuva com volume entre 30 e 50mm. Porém, depois de, pouco mais, de duas horas esse número quase dobrou em diversas regiões de BH, atingindo volume de mais de 100mm.

Com um cenário deste, é preciso ficar atento, por isso a Defesa Civil divulgou recomendações sobre como proceder durante os temporais. De acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), é previsto que nesta sexta feira, 24, a capital mineira e municípios da região Metropolitana sejam atingidos pela pior chuva do ano. Há expectativa de que o volume de água na região ultrapasse os 100 mm.

Leia também: Governo federal lança Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado

A Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil recomenda evitar áreas de inundação e não trafegar em ruas sujeitas a alagamentos e próximos aos córregos e ribeirões no momento de forte chuva, pois o seu nível pode se alterar rapidamente podendo acarretar transbordamentos.

Adverte para que não se abrigue debaixo de árvores e estacione veículos, pois elas podem cair e ocasionar graves acidentes. Atenção especial também em áreas de encostas e morros.

Situação de emergência

A Defesa Civil Nacional declarou situação de emergência em BH e Contagem. Isso permite às administrações municipais o acesso a recursos federais. As verbas podem ser utilizadas em assistência, reconstrução de estruturas prejudicadas e retomada de serviços públicos.

Nestes casos, para conseguir o auxílio federal, os municípios devem elaborar um plano de trabalho detalhando as necessidades. Sendo assim, a Defesa Civil nacional vai realizar uma análise e definirá quais pleitos serão atendidos e o montante que será destinado para essa finalidade.

De acordo com o governo estadual, um plano integrado foi montado para monitorar áreas de risco e emitir alertas à população. Os informes podem ser encaminhados por SMS (o morador deve enviar uma mensagem para 40199 pra receber) ou pelos perfis da defesa civil nas redes sociais (@defesacivilbh).

Plano emergencial

Para diminuir os impactos da forte chuva, a prefeitura de Belo Horizonte anunciou a adoção de um plano emergencial. Foram definidos onze pontos na cidade para os quais serão direcionados equipamentos e estrutura de apoio.





Além disso, serão enviados para os locais indicados 34 caminhões, 12 carregadeiras, cinco escavadeiras, 13 retroescavadeiras, além de tratores, caminhões prancha e jatos de água. Equipes do Serviço de Limpeza Urbana serão encaminhadas para coleta dos resíduos.

Segundo a prefeitura, caso indivíduos ou famílias fiquem desabrigadas, a Secretaria de Assistência Social estará disponível para prestar atendimento. Foram reservadas vagas em pousadas com vistas à realocação nessa hipótese.

Já a prefeitura de Contagem montou postos itinerantes de atendimento em saúde e vacinação nos locais onde a inundação foi mais forte. Famílias atingidas estão sendo cadastradas em um programa local de moradia. O prefeito, Alex de Freitas (sem partido), admitiu que o problema foi ocasionado pela ausência de obras de macrodrenagem.

Recomendações:

  • – Tenha um lugar previsto, seguro, onde você e sua família possam se alojar no caso de uma inundação;
  • – Limpe o telhado e canaletas de águas para evitar entupimento;
  • – Retire todo o lixo e leve para áreas não sujeitas a inundações;
  • – Se você morar ou possuir comércio em áreas sujeitas à inundação coloque seus móveis e estoques em lugares altos;
  • – Colabore com a abertura de deságues para evitar o estancamento de água, pois pode causar muitos prejuízos, principalmente para a saúde;
  • – Não utilizar alimentos atingidos pela água de enchente ou inundação e nem beber água de enchente ou inundação;
  • – Não jogar lixo nos bueiros e boca de lobo, nem nos córregos e rios, para não obstruir o escoamento da água;
  • – Não amontoe sujeira e lixo em lugares inclinados porque eles entopem a saída de água e desestabilizam os terrenos provocando deslizamentos;
  • – Não deixar crianças brincando na enxurrada ou nas águas dos córregos, pois elas podem ser levadas pela correnteza ou contaminar-se, contraindo graves doenças, como hepatite e leptospirose;
  • – Não tocar nem usar equipamentos elétricos que tenham sido molhados ou estejam em locais inundados, pois há risco de choque elétrico e
    curto-circuito;
  • – Jamais se aproxime de cabos elétricos arrebentados. Ligue imediatamente para CEMIG (116) ou Defesa Civil (199);
  • – Não coloque lixo nas ruas que seja de fácil propagação com o vento;
  • – Revise o madeiramento de sua casa;
  • – Reforce a amarração de seu telhado;
  • – Desligue os aparelhos elétricos das tomadas e o gás;
  • – Abaixe para o piso todos os objetos que possam cair, dentro das residências, com o vento forte (exceto em área inundável);
  • – Se você observar aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas e o surgimento de minas d’água avise
  • imediatamente a Defesa Civil;

Em caso de raios, se estiver na rua:

  • – Não permaneça em áreas abertas como campos de futebol, quadras de tênis e estacionamentos;
  • – Não fique no alto de morros ou no topo de prédios;
  • – Não se aproxime de cercas de arame, varais metálicos, linhas aéreas e trilhos;
  • – Nunca se abrigue debaixo de árvores isoladas;
  • – Evite lugares que ofereçam pouca ou nenhuma proteção contra raios (pequenas construções não protegidas, tais como celeiros, tendas ou
    barracos, veículos sem capota como tratores, motocicletas ou bicicletas);
  • – Evite estacionar próximo a árvores ou linhas de energia elétrica;
  • – Evite estruturas altas tais como torres, de linhas telefônicas e de energia elétrica;

Se estiver dentro de casa:

  • – Não use telefone com fio;
  • – Não fique próximo a tomadas, canos, janelas e portas metálicas;
  • – Não toque em equipamentos elétricos que estejam ligados à rede elétrica;

Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário