Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

Banco Inter cria índices de fundos imobiliários

06 de janeiro, 2020
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Economia. Esta segunda feira, 6, já chegou com novidades para os clientes do Banco Inter. É que eles anunciaram hoje a criação de dois índices de fundos imobiliários (FIIs) listados na B3. A iniciativa tem como objetivo oferecer benchmarks para o acompanhamento da performance desses ativos.

Os novos índices foram criados com base nas diferentes características dos FIIs disponíveis no mercado, e também levaram em consideração as condições de liquidez dos ativos, para que a alocação seja replicável pelos investidores.

O primeiro índice, batizado de IFI-E, é composto pelos fundos que investem em imóveis para renda via aluguel, conhecidos como “fundos de tijolo”. O segundo índice, IFI-D, é formado pelos fundos que investem em títulos imobiliários, como CRIs e LCIs, lastreados em imóveis, os chamados “fundos de papéis”. Ambos os índices foram calculados seguindo a metodologia de cálculo de retorno total, o que significa que incluem a valorização da cota e o ganho de dividendos.

Leia também: Banco Inter: conheça mais sobre ações, cartões e histórico

“Um diferencial importante desses índices está na seleção dos ativos de acordo com a classificação e liquidez. Isso permite que os investidores consigam reproduzi-los em suas carteiras, num momento em que a demanda por FIIs tem crescido”, destaca a economista-chefe do Banco Inter, Rafaela Vitória.

Lançamento de fundos dedicados

Além dos índices, o Banco Inter também está desenvolvendo dois fundos de fundos imobiliários, que irão replicar os índices e serão uma espécie de ETF’s focados no segmento de FIIs.

Em 2019, as emissões de fundos imobiliários bateram um novo recorde, com a oferta de quase R$ 33 bilhões de novas cotas em novembro. O número de fundos listados na B3 já ultrapassa 200 e o valor de mercado chega a quase R$ 80 bilhões, com mais de 500 mil investidores alocados em FIIs. “O setor deve continuar a crescer expressivamente em 2020, tanto com novas ofertas dos fundos já registrados, quanto por meio de novos fundos. Por isso, queremos oferecer informações e ferramentas para que as pessoas tenham a oportunidade de diversificar suas carteiras acessando o mercado de capitais de forma transparente e sustentável” conclui Vitória.


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário