Jornal da Cidade BH | Notícia boa também dá audiência!

A safra nacional de grãos de 2020 deve bater recorde

10 de dezembro, 2019
Jornal da Cidade BH Notícia boa também dá audiência!

Economia. Um Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), divulgado nesta terça feira, 10, pelo IBGE, aponta que a safra nacional de grãos de 2020 deve bater o recorde de 240.913.898 de toneladas, superando em 33,6 mil toneladas o resultado esperado para 2019.

Caso essa previsão se confirme, as safras 2019 e 2020 devem se tornar as maiores da série histórica iniciada em 1975, ficando à frente do atual recorde de 2017, de 238,4 milhões de toneladas.  Isso porque os números estimativas preveem um crescimento de 6,7% na produção de soja e uma redução de 7,5% na produção de milho. O feijão em grão primeira safra também deve ter produção menor (-0,3%). As estimativas apontam perspectivas melhores para o algodão (2,0%) e o arroz (1,0%).

Leia também: Copom prevê crescimento da economia brasileira no terceiro trimestre

O pesquisador do IBGE, Carlos Barradas, estima uma produção de 92,7 milhões de toneladas de milho no próximo ano, declínio de 7,5% em relação à safra 2019, o que representa uma redução de 7,5 milhões de toneladas. “Mantém-se a tendência de um maior volume de produção do milho em segunda safra, devendo essa safra participar com 72,3% da produção nacional para 2020, contra 27,7% de participação da primeira safra de milho”, disse.

Já a produção de soja deve crescer 6,7%, chegando 120,8 milhões de toneladas em 2020. Dentre os maiores produtores, Mato Grosso estima colher 33 milhões de toneladas, um crescimento de 2,2% em relação a 2019. O Paraná, segundo maior produtor, espera produzir 19,8 milhões de toneladas, aumento de 22,5%, recuperando-se de um 2019 em que teve sua safra comprometida pelas severas restrições de chuvas e o excesso de calor durante o ciclo da cultura.

Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias


Sobre Jornal da Cidade BH:

Portal de notícias de BH e região, com informações sobre eventos empresariais, negócios, economia, política, cobertura social e muito mais.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Simone Costa santos 15 de dezembro de 2019

    Enquanto nossas estradas não forem adequadas ao escoamento de nossas super safras , o desperperdicio continuará desestimulando o produtor brasileiro. Ferrovias seriam benvindas e mais interesse na recuperação das estradas é o caminho para sairmos desse buraco.

Avatar
Deixe um comentário